POEMAS DO NICODEMOS

Aqui você encontra um pouco do meu pensamento e sentimento. São garrafas lançadas ao mar virtual, na espectativa do encontro com outros sobreviventes... Palavras que buscam evidenciar, veladamente, o È.

31.10.09


VOCÊ DIZ
QUE EU CORRO
EU DIGO
QUE SÓ CORRO
POR SOCORRO



NÃO EXISTE O CAOS

NOSSAS RÉGUAS
SÃO CURTAS

NOSSOS RELÓGIOS
SÃO LENTOS...


de grão em grão
um dia

o tempo
entope
a pia


www.cronopios.com.br/site/poesia.asp?id=4267



JURÁSSICO

Pessoas sinceras
honestas consigo mesmas
quando trocam idéias
são como dinossauros
que
a brigar
com imensos movimentos
destroem metade da floresta
a sua volta

17.10.09

a dor dói
mas não mata...
precisa do

ente
para ser...









16.10.09

onde andará aquela
de quem só encontro pedaços
nas outras que beijo?

terá hora, ou virá sem hora
a senhora do meu desejo?

andará a me buscar
ou nem sabe de mim?
não sabe que trago,
por ela guardado
um amor sem começo
sem fim...

se ela demora e não vem
onde jogar meu carinho
que brota escondido e é de ninguém?

Que venha logo
que venha breve
vestida de branco de seda ou cetim
ou melhor
me venha nua
vestida somente de cheiro jasmim...

Ganharemos a rua
e uivaremos pra Lua
na noite sem fim.
PAIXÃO


até suas
listas de compra

leio emocionado.





5.10.09

riscando versos
a esmo

não busco um outro

procuro a mim
mesmo


.
quando te vi

sou um menino
com uma nuvem de algodão

doce na mão


.